Carregando...
Blog

Uma escolha solitária

Desde que escolhi não fazer uma cesárea eletiva, venho me sentido só. Sim, optar por um parto normal numa época em que cesarianas são vendidas como bananas não é fácil. Pra começar, meu marido tem medo. Ele diz que me apoia, mas sei que ele prefere que eu faça cesárea. Depois, achar um médico que tope é tarefa hercúlea. Pelo plano de saúde, arrisco dizer que é impossível. Sem falar que todos os amigos e colegas em volta me chamam de corajosa e maluca. Raramente vem alguém dizer que é o melhor a se fazer (porque é, ora bolas!).

Muito frequentemente vem gente contar histórias da carochinha: no parto normal, o bebê morreu, a mãe morreu, o bebê quebrou o braço, a mãe ficou arregaçada para todo o sempre, a mãe foi rasgada de um lado a outro, a família foi destruída e o mundo acabou. Enfim, só coisas legais, né? Só que não! Eu não ligo porque eu sei que não há evidências científicas por trás desses argumentos. Aliás, lanço um desafio: achem um estudo confiável sobre a cesárea eletiva ser melhor que o parto normal.

Embora eu não fique brava (e não fico mesmo!) com as pessoas porque eu sei que é só falta de informação, eu me sinto sozinha. Só me sinto mais acolhida nos grupos sobre parto. Lá eu encontro relatos lindos de parto normal, não tem ninguém morrendo e há histórias verídicas de bebês nascendo da forma mais respeitosa possível.

É claro que eu sei que eu posso ter que passar por uma cesárea de emergência. Tudo pode acontecer! E eu tenho medo que isso aconteça porque não quero ser cortada e anestesiada. Tenho medo de cirurgia, mas sei que ela pode salvar vidas. E é nessas horas que eu penso que “corajosas” são aquelas que optam por passarem por uma cirurgia sem necessidade. Enquanto isso, eu sigo só, mas confiante que meu parto vai dar certo. 😉

Ah! Esqueci de dizer que tem uma única pessoa da família realmente me apoiando: minha mãe. Ela me teve de parto normal e, pra me apoiar, costuma dizer que só as costas doem na hora do trabalho de parto – rs. Do jeito dela, ela tenta amenizar minhas angústias.

O normal  tornou-se anormal. 🙁

Imagem tirada daqui.

8 comments
  1. Neanderthal

    Minha irmã fala muito sobre isso, sobre o temor que tbm envolve o parto normal. As pessoas passaram a ter medo de ter parto pelas vias normais e não de ter que se submeter a uma anestesia geral e passar por uma cirurgia. Vá entender!

  2. Re

    Dani, sua mae tem razao…lembro que qdo estava em Tp da manu, a única coisa que me doía eram as costas, alias, doía muito. Vai com fé, que td dará certo.

  3. Casamento feliz

    Por aqui é diferente !!! Uma das únicas que não me apóia a ter normal é a minha mãe , aliás ela fica em pânico cada vez que me ouve falar isso , ela não quer de jeito nenhum que eu tente PN .

    Dany , em um dos seus posts vc escreveu sobre o enxoval do segundo filho ser diferente , o que vc acha realmente que não é necessário ???

    Beijos

  4. Izabelle Costa

    Você não está sozinha. Estamos aqui, apoiando sua decisão que deveria ser algo normal pois é normal.E marido fica assustado mesmo! É tão difundida a ideia de que parto normal é a cesárea que eles nem pensam, só acreditam porque é mais fácil rsrs
    Beijos

  5. Flávia Brito

    Daniiiii, não se preocupe. Eu estou do seu lado. Tive parto normal, nasci de parto normal, minha cunhada deu a luz prematuramente de parto normal e tudo ficou bem. Vai que dá e não deixa essa negatividade das pessoas te desanimar não, tá? Continue assim, firme e confiante. Beijos!!!

  6. Daniela Moura

    As pessoas sempre falam demais, esse é o problema…
    Você tem que seguir o que seu coração manda, e seu parto vai ser lindo…
    Já estou te seguindo…
    Bjos.

Leave a Reply

Favoritos da Dany
Por favor, aguarde!

Cadastre o seu email e receba as nossas atualizações!

Digite seu nome e email e receba nossas atualizações assim que eles forem postados. Seja sempre o primeiro a saber das novidades!
%d bloggers like this: