Carregando...
Blog

Um rapaz!

Meu marido é quem leva Caio pra escola. Antes ele estacionava o carro e o
levava lá dentro. De uns tempos pra cá, o filhote começou a entrar
sozinho. Carro parado no portão, ele sai do carro e entra na boa. Fiquei
sabendo pelo marido. Ainda não tinha visto. 
Ontem precisei fazer exame de sangue. Saí de casa bem cedo com os dois.
Deixaríamos Caio na escola e seguiríamos pro laboratório. Carro parado
no portão, o pequeno saiu do carro e entrou na boa. Fiquei angustiada.
Senti falta de precisar levá-lo lá dentro. Quando vi aquele menino com a
mochila nas costas entrando sem olhar pra trás, me deu um aperto no
peito. Uma vontade de chorar, olhos marejados. Disfarcei. Se o marido me
visse chorando e comentasse qualquer coisa, eu engrenaria no choro. Eu
não queria chegar ao laboratório com o rosto vermelho de chorar. 
Engoli o choro e fiquei pensando que meu pequeno não é mais tão pequeno
assim. E isso doeu em mim. É um misto de alívio por ele estar crescendo e
uma sensação estranha por estar deixando ele voar sozinho. Ver um filho
saindo das suas asas é preciso, mas é difícil. Deu vontade de colocá-lo
na barriga de novo.

Saudade do Maternal… 
 
 

Comentários

comments

4 comments
  1. Micha Descontrolada

    q lindoooooooo!!!!
    Oh, meu Deus, é um sofrimento e é bom tb. Eu sou mãe sem ser, de fato, vc sabe, e sei bem como é.
    Imagina ver pegando o ônibus sozinho? aff…
    Eu quase chorei só de ler seu post, essa TPM me deixou chorona.

    Beijosssssssssssssssss
    ┌──»ʍi૮ђα ツ

  2. Flávia Brito

    ôôô que fofoO. É inesquecível a primeira vez que vão à escola, né? E quando estão assim tão independentes vai apertando o coração, mas por outro lado dá muito orgulho também, não dá não? rsrsrs.

    Beijos!!

Leave a Reply

Favoritos da Dany
%d bloggers like this: