Carregando...
Blog

Uma nova vida e uma saudade

Todo mundo sabe que estar grávida é um momento único, bonito e que a grávida fica mais sensível que o normal. O que quase ninguém sabe é que na minha primeira gravidez e nessa eu penso demais no meu pai. Penso em como seria se ele pudesse conhecer os netos, brincar com eles e tenho certeza de que ele seria o avô mais babão do mundo. Penso em como seria bom ver a minha mãe curtir os netos ao lado dele. Imagino que a vida seria bem diferente em sua presença. Meus filhos teriam um super avô, assim como eles têm uma super avó. Fico com muita pena quando penso que ele se foi sem ter a oportunidade de conhecer os netos. Isso não é justo. Queria ter só uma oportunidade de apresentar os netos ao avô e só. Queria ver o sorriso, a expressão de felicidade e sentir seu coração cheio de alegria ao ver Caio e Artur. Sim, eu aceitaria que isso acontecesse só uma vez. Queria só uma oportunidade. Só uma.

Oh, dear dad can you see me now?

I am myself like you somehow.

I’ll ride the wave where it takes me.

I’ll hold the pain. Release me.

Oh, dear dad can you see me now?

I am myself like you somehow.

I’ll wait up in the dark for you to speak to me.

How I’ve opened up. Release me.

Pearl Jam

Comentários

comments

6 comments
  1. Neanderthal

    Owww Dany eu te entendo perfeitamente!
    Acho que além do apoio, avôs são super importantes na criação dos netos. São referências tão especiais, né!
    Fica aqui a minha solidariedade também!
    Beijos

  2. Flávia Brito

    Quando estamos grávidas pensamos em tantas coisas que poderiam ter sido sem ser, não é mesmoO? Certamente o seu pai amaria poder ter vivido entre seus filhotes, mas o que importa não é o que poderia ser, mas o que foi e essa certeza de que ele seria um ótimo avô por tudo o que viveu com ele já será de grande valia para os meninos. Beijos!!!

  3. Nine

    Acho que na gravidez a gente tende a ficar mais ligada nas coisas que realmente importam na vida, vivemos um período único de muita reflexão e introspecção. Imagino como vc gostaria que seus filhos conhecessem o avô! Estou acompanhando sua gravidez aqui quietinha, pq a vida tá sempre dando umas reviravoltas, mas estou feliz e empolgada pela sua busca por um parto mais natural e suas reflexões sobre educação de meninos, adoro e compartilho das duas ideias! Beijão!

  4. Karine

    Também sou solidária com a sua dor. Neste domingo invernal ensolarado e solitário, você tem aqui meu abraço cheim de carinho. E acreditando que de alguma forma seu pai, o avô do Caio e do Artur, está por perto.
    Um beijo muito muito grande.

  5. Cíntia CMGuima

    Ah, Dany, estou tão solidária com teu desabafo….graças a Deus tenho meus pais aqui e li teu post sentindo tua dor, como seria difícil pra mim….
    Estar grávida te faz mais sensível, eu sei! Mas que bom que ainda sentindo você consegue escrever, fez bem a você? Então, que bom que a gente existe aqui como leitor pra te ajudar um pouquinho!
    Teu coraçãozinho de mãe apertado agora encontre sossego, tá? Bjos em vcs

Leave a Reply

Favoritos da Dany
Por favor, aguarde!

Cadastre o seu email e receba as nossas atualizações!

Digite seu nome e email e receba nossas atualizações assim que eles forem postados. Seja sempre o primeiro a saber das novidades!
%d bloggers like this: