Carregando...
Blog

Cidadãos (honestos) do futuro

O que mais tenho visto por aí são pessoas desonestas. É o marceneiro que não entrega o armário já pago. É o eletricista que não termina o que começou. É o vidraceiro que não cumpre o que prometeu. Daí eu fiquei pensando que esses adultos pilantras um dia foram crianças. Será que a mãe não ensinou que é feio ser desleal, que é feio mentir e que não se deve fazer mal para os outros? É claro que eu sei que nem tudo é culpa da mãe. Às vezes eu acho que algumas pessoas vêm com esse defeito de fabricação: a mentira. Eu tenho tanto trauma de mentira que quando Caio mente alguma bobaginha, meu sangue ferve. Eu tento ensinar ao meu filho que não se pode sair por aí machucando as pessoas e achando que tá tudo bem. Não se pode ser desonesto. Não é aceitável ser mentiroso. Tem gente que mente tão bem que nos engana direitinho e é aí que mora o perigo. Eu tenho uma tendência a acreditar nas pessoas. Nunca desconfio de nada. Sempre acho que as pessoas vão agir corretamente comigo, como eu ajo com elas. Eu quero muito que Caio seja uma pessoa do bem. Quero que ele seja correto profissionalmente. Espero que ele seja leal aos amigos. Que ele seja verdadeiro com sua namorada/esposa. Quero muito que ele seja sincero com os que o rodeiam. Que não engane. Que não minta. Que não trapaceie. Que não machuque. Que ele saiba manter os amigos. Que ele saiba amar. Eu vou ensinar a ele que a única coisa valiosa nessa vida são as pessoas e, que se cultivarmos o amor delas, estamos feitos. Ter com quem contar é precioso. Não vale a pena enganar.

Comentários

comments

2 comments
  1. Um espaço pra chamar de meu

    É incrível, a honestidade virou coisa rara e para ser admirada quando encontrada, não deveria ser assim…
    Tbém ensino aos meus a não mentirem, não enganarem, a verdade e o respeito são tudo!Bjs!!!
    #amigacomenta

Leave a Reply

Favoritos da Dany
%d bloggers like this: