Carregando...
Blog

Papai foi viajar

Sempre que o pai viaja, Caio fica meio chocho. Já falei aqui sobre nosso triângulo amoroso. Mas dessa vez foi um chororô daqueles. De manhã, acordou assustado com medo do pai já ter ido. O voo era só no final da tarde. Aproveitou o dia pra ensaiar uma dor de cabeça e uma tonteira. Parecia que estava doente: deitado na cama, desanimado. Na hora de dar tchau, como meu pequeno chorou! Deu dó. Depois do pai ter saído, começou a nostalgia:
“Eu olho pra essas cartinhas [cartinhas de Pokemon compradas pelo pai] e lembro do meu pai.”
“Tô com saudade do meu pai. Ele é meu melhor amigo.”
“Se meu pai estivesse em casa, ele tava comendo uma fruta, né?”
À noite, dormiu comigo na minha cama e só falava no pai. Só parou quando dormiu. 
Ainda bem que existe o Skype pra matar um pouquinho a saudade até o papai voltar da terra do Tio Sam.
13 comments
  1. Nine

    Ai tadinho! E como eles sentem a nossa falta quando estamos longe, né?

    O mais pequenos desenvolvem febre, ficam com imunidade baixa, pegam as tais viroses…os mais velhos já expressam com todo amor a falta que o pai faz!

    Que a saudade não doa muito e passe ráído esse tempo de separaçlão!

    Beijos,
    Nine

  2. Kira!

    Vamos lá, sobre o comentário no perdendo20!: Olha, eu também tenho uma relação anormal com a comida, e para mim é mais difícil me controlar do que sentir fome. Porque, tudo eu desconto na comida. Minhas frustrações, tristeza, TUDO. Mas, infelizmente não tenho como pagar uma psicologa ou algo assim, quando mais nova, frequentei até mesmo grupos de apoio, então eu estou reaprendendo a lidar com isso, ver que comida é apenas alimento para nos manter em pé, ou até mesmo um prazer com moderação, mas nunca uma muleta!

    Eu não acho que eu como pouco, tem dias como hoje que eu estou completamente estufada, e tenho medo de que na balança, acuse um peso indesejável sabe?Mas sei que comi muito, mas comi certo!Comi salada até me estufar, mas bom, é salada. Menos mal!
    Ainda estou procurando meu equilibrio, mas te garanto, eu não passo fome!
    Acho que o "truque" está na combinação de se conhecer e comer de 3em3horas. Eu tenho muita fome/compulsão pós jantar, então invisto em comer muita salada no jantar, de ficar enjoada. Porque depois não consigo comer.

    Acho que já ficou longo demais né?
    Prometo fazer um post certinho sobre isso!!!

    Beijos
    Kira
    http://perdendo20.blogspot.com
    http://parabeatriz.blogspot.com

  3. Simone

    Ai Dany… sei demais o que é isso viu? A gente quase morre de vê-los tãaao tristes.

    Vou ficar torcendo pra passar rapidinho e o papai voltar cheiinho de amor pra vocês.

    Bjs!!!!!!

  4. Mãe Mochileira, Filho Malinha..

    oiii..ai que fofo o amor deles dois..lindo,neh?? ow dany..fui ai super rapidinho..e p resolver uns problemas..mas claro dei aquela fugidinha p passear um tikim..rss..
    na proxima(e será em breve,to achando,rss)eu aviso a todas vc e ai a gente fasz um grande(re)encontro,tá??
    beijoooos enormes em vcs!!
    😉

  5. Vanessa

    Eu nunca passei por isso. Os meus pais nunca viajavam à trabalho. Mas eu viajo MUITO e sou muito apegada a minha família. Meus avós moram do lado da minha mãe e mesmo casada,s empre ligo pra saber como estão todos!
    Beijoooooooo

  6. katia Ruivo

    Tadinho…é mto bom quando o filho e agarrado assim com o pai, sente falta, muito bom eles serem amigos… leva ele pra passear,amiga, pra distrair um pouqui8nho…Renato demora a voltar?

  7. Julay Ferrer

    Dany, que lindo!!! Isso me lembrou muito qndo eu era pequena (acho que da idade do Caio) e meu pai ia viajar. Eu passava o fim de semana inteirinho chorando de saudades dele e pior, com um lenço dele na mão cheirando. HAHAHAHAHAHA

    Gente, surreal essa minha lembrança, fiquei com lágrima nos olhos.

    Beijocas, saudades de vc!

  8. Mariana

    Oooooo judieraa!!!
    Morro de dó, parte meu coração ver as crianças sofrerem assim!!!

    Sofro junto!

    Salve o santo Skype…

    Beijo, Dany

  9. dany

    Karine, Renato quase não viaja. Então, quando isso acontece, é algo totalmente diferente pra Caio. Parece que o mundo vai acabar, sabe?
    Ele é muito agarrado ao pai…

  10. Karine

    óóóóóhhhnnnn, chorei com Caio! Tadinho dele!!!
    Sabe que quando meu pai viajava, mas por dentro do Brasil, eu adorava porque dormíamos nós três com a minha mae!!! Na verdade, nao sofríamos tanto porque meu pai seeeeeempre viajava e acabamos acostumando-nos a sua ausência. 🙁
    E de alguma forma, vovó Sheila se fazia de pai e mae.
    Beijos , Dany.

Leave a Reply

Favoritos da Dany
Por favor, aguarde!

Cadastre o seu email e receba as nossas atualizações!

Digite seu nome e email e receba nossas atualizações assim que eles forem postados. Seja sempre o primeiro a saber das novidades!
%d bloggers like this: