Carregando...
Blog

Arrependimento

Sabe aquela história de “não me arrependo de nada”? Pra mim, isso não existe. Claro que a gente se arrepende de algumas coisas que fizemos ou não fizemos. E uma das coisas de que mais me arrependo na criação do meu filho foi não ter colocado o pequeno pra dormir no berço desde o primeiro dia que chegou em casa da maternidade. 
Era sempre a mesma ladainha: ele era tão pequeno, tão indefeso e eu, tão protetora. Acabou que Caio até hoje dá trabalho para dormir. Confesso que errei. Errei feio. Ele não dorme no quarto dele sozinho a noite toda, levanta, faz chantagem emocional, diz que está com medo, etc. Como moro perto da minha mãe e ela mora sozinha (e tem uma cama de casal!), Caio quer dormir com ela. E muitas vezes (a maioria das vezes), eu cedo (como sou burra!). Cedo por mil motivos, mas sei que não deveria.
Quando estava grávida, li livros, li artigos na net, li tudo que vocês podem imaginar para ser uma boa mãe. Mas sou um ser humano como qualquer outro. Errei.
Caio é fofo, educado, esperto, obediente (em público), não toma refrigerante, não dá vexame na rua, é super quietinho e não recebo reclamações suas da escola. Mas… Não dorme sozinho. Estava bom demais pra ser verdade.
Assisto ao programa Doces Sonhos no Discovery Home e Health e fico boba. Fico boba como as dicas sobre o ritual do sono dão certo. Acontece que Caio não é mais um bebê ou uma criancinha. Ele já vai fazer 7 anos em junho. Eu tenho vergonha de assumir esse meu erro, mas assumo.
Já tentamos conversar com ele, ler livrinhos, não deitar com ele na cama. Bom, já tentamos de tudo. Só falta tentar o Diazepan (rs).
Dicas?
Caio tirando uma soneca quando era bebê:

Comentários

comments

17 comments
  1. Jane Murback

    Gata, na TV e nos livros é tudo lindo. Na hora H é que a gente sabe onde aperta nosso calo e aí trazemos os pequenos pra nossa cama por pura exaustão, não é por outro motivo.
    O João sempre dormiu no quarto dele, desde recem nascido, tem rotina, dorme super cedo, porém até hoje temos que faze-lo dormir, embora nos livros e TV eles digam que a gente deva dar boa noite e sair do quarto. Aqui isso não funciona, porque se ele se estressar (por ex, se ficar alucinado chamando a gente) certamente ele vai perder o sono e o que seria fácil vai virar um Deus nos acuda.
    Eu acho que pra reverter a situação do Caio vc teria que ser rígida e deixá-lo no quarto dele, o que talvez dê errado nessas alturas do campeonatos, fazendo com que ele fique com mais medo ainda. Uma coisa que eu faço é não trazer o João, o máximo que faço é ir dormir com ele na cama dele e aí eu volto pra minha qdo ele pega no sono.
    Na verdade, sou contra tratamentos de choque.
    Bjo querida

  2. Ana Paula Ruggini Zarpelon

    Menina depois de ler "Caio é fofo, educado, esperto, obediente (em público), não toma refrigerante, não dá vexame na rua, é super quietinho e não recebo reclamações suas da escola", acho que não dormir na própria cama é fichinha! rsrs. Brincadeiras à parte, não sou mãe, mas como você já estou lendo uma carrada de coisas sobre a educação dos filhos e, modéstia a parte, sei disciplinar uma turma de maluquinhos direitinho, mas também tenho receio de dar umas "boas erradas" na hora h. Achoq eu a única coisa que você precisa fazer para que o Caio durma na cama dele é não ceder aos pedidos, o que acho que deve ser de cortar o coração para uma mãe. No começo tanto você como ele vão dormir aos prantos! Não é nada fácil ser mãe…

    Beijos e boa sorte!

  3. Izabelle Costa

    1- Caio é fofo!!!!!!!
    2- Isso passa.
    3- A idéia do suborno é uma boa!
    4- Mãe não erra!

    Sabe, os meus dormiram no berço e logo foram para seus quartos. Mas até hoje, um dá uma escapada para o quarto do outro. E daí? (Idade 17 e 16 anos) São super amigos.
    O Bernardo veio da maternidade direto para o berço. O que não quer dizer que ele não vá, quando ficar maior, escapulir para a minha cama ou para a da Lu.
    Comece conversando com ele, de dia, fora de horário de sono, mostrando o quanto é importante o quarto dele… Pergunte o que faz com ele goste de dormir com vocês… E depois, partir para a chantagem: sabe aquele brinquedo/livro que você quer tanto? Basta dormir sozinho no seu quarto… Sei lá. Só vc saberá o que é melhor para ele.
    ( Segredo: nas férias só dormia na cama da minha vó. Até os 9 anos, quando ela faleceu. Muito bom!)

  4. Deyse Batista

    Engraçado: minha mãe me disse que eu dormi com ela até 2 anos. Então, um belo dia eu me revoltei e disse que ia dormir no meu quarto. Nunca mais voltei para o quarto dos meus pais, haha. Mas como você disse: todo mundo erra. O bom é que você percebe isso, admite e está livre para tentar consertar. Não há nada que não se dê um jeito, né 😉
    Beijos.

  5. Fernanda de Oliveira

    Vc acredita que minha filha Isabella tem 12 anos e ainda da um baile para dormir no quarto comigo… volta e meia ela arrasta um colchão pra lá e, como quem não quer nada, vai ficando…

    As vezes tenho dó, pois eu tb tinha muito medo do escuro e me lembro do pavor que eu sentia, por outro lado sei que não posso mais prolongar essa situação por muito tempo…

    Aos poucos estou espaçando mais os dias que permito o arrastão do colchão.. vamos ver no que vai dar.

    Boa sorte pra vcs! rs

    Beijocas e saudades =]

  6. Dora

    ai Dany nada nem niguém é perfeito, tenho uma amiga alias algumas que os filhos só dormem com elas, filhos falo ente 8 e 11 anos, tipo nem dormem fora de casa se não for pra dormir com um adulto, não sei se regra, mas o que eu percebo neles é são, ou ficaram, crianças dependentes e tem muito medo de perder a mãe, não sei se é fase, mas é assim…com o tempo ele vai desacotumando.

  7. Pam Salzgeber

    Corajosa vc em cofessar e assumir esse erro, tem gente que inventa um monte de desculpas por ter errado nessa parte, mas o maior culpado, é a dozinha que a gente sente de ver o pequeno sofrer pra dormir né!

    EU confesso que não errei não, sou uma mãe muitooooo malvadaaaaa rsrsrs, desde pequenos eu os deixava dormir no berço e quando ficavam chorando, deixava chorar, até que dormiam (nossa sou má mesmo) disso não me arrependo rsrsrs.

    Hoje os dois dormem no quarto deles, na caminha deles e sem tv.
    Confesso que errei em não estipular horário, eles não tem muito hora pra dormir não, tem dias que ele se agitam demais e vão dormir quase 1 da manhã, principalmente no fim de semana, onde relaxo total rsrs.

    O até quando eu quero que eles durmam comigo ele não querem , snif snif, rsrsrs.

    Mas amiga, nunca nada é perfeito, posso não ter errado nisso, mas devo ter errado ou estar errando em outra coisa, mas é tão bom poder desabafar e conhecer outras mães, como vc, e saber que tudo que fazemos é sempre para o bem dos pequenos, as vezes erramos feio, mas acertamos muito também ( ainda bem).

    beijocas

  8. dany

    Lu, eu tb dormi com a minha mãe até burra velha…aff…

    Micha, qd vc tiver um baby, bote ele pra dormir no quartinho dele! Ó eu arrependida aqui…

    Kátia, será que a solução é fazer um irmãozinho pra Caio? rs

    Paloma da Ciça, vou tentar não ceder…

    Mari, a Alice dorme a noite toda agora?? Que milagre!

    Meninas, obrigada pelos conselhos!

  9. Kátia Ruivo

    amiga, tive esse problema com Junior, com MIlena foi mais fácil pq ela se muda pro quarto do irmão e eles gostam de dormir juntos, mas é difícil mesmo, fica calma e não se culpe tanto, isso acontece nas melhores famílias!

    bjocas

  10. David

    To aqui morrendo de rir e me lembrando de uma boa amiga que tive há 10 anos. Na época ela tinha 15 pra 16 anos e ainda dormia no quarto dos pais. Disse que foi crescendo, os pais nunca fizeram esforço pra ela não dormir lá e ela tinha medo de dormir sozinha. Ela tinha o quarto dela, a família tinha condições, mas ela puxava um colchão e dormia no quarto com eles.

    E foi ela quem tomou a decisão de parar com isso. Com muito esforço ela um dia quis dormir sozinha e acho que isso pra ela era mostrar pros pais que não era mais criança.

    O engraçado é que os pais sofreram com isso. Parecia filho saindo de casa! kkkkk

    Linda, já tentou suborno?
    Só ganha tal presente se dormir 1 mês sozinho! kkk

  11. Tatiane Garcia

    Ah Dany…mãe só peca por excesso de amor né…logo a situação se resolve, ele vai crescer e td vai passar! só não posso dar dicas, posto que nem coragem de ter filhotes eu tive ainda…rsrs!
    Beijo amiguinha, bom domingo !!!

  12. Micha Descontrolada

    claro q erramos e devemos nos arrepender, sim…
    qdo começamos a obra do cafofo aqui, o espaço é pequeno, a intenção era fazer suíte e cozinha americana (sala acoplada), mas como sempre falamos em filho (1!!!!) pensei em fazer cozinha, saleta (q futuramente será um quarto de baby, pequeno, mas é) e a suíte. Minha sogra logo deu pitaco e achou q tinha q ter sala (devia tá querenod viver aqui) e falou q qdo teve filho eles dormiram com ela até os 2 anos e tal, e so foram pro quarto mais velhos. Mas pensei, e se em 2 anos não conseguirmos comprar outra casa maior (o q acho provável!)? não teremos vida sexual livre, dependeremos sempre de criança e tal? daí fiz o quartinho…essa é uma das minhas preocupaçoes e espero conseguir colocar o baby pra dormir no quarto dele. lendo seu relato, farei mais esforço ainda…
    pq não procura uma psicopedagoga? ou psicomotricista? os 2 juntos..aos poucos, ele vai pro quartinho dele, sim.

    Um ótimo fim de semana para você!!!!

    /(,")\
    ./_\. Beijossssssssss
    _| |_…………….

  13. Mari Serezani

    Oi Danicota..
    O sono da Alice já foi muito tumultuado , com idas e vindas para minha cama!
    Hj em dia ela dorme na caminha dela e no quarto dela e isso foi uma batalha pra conseguir.
    As vezes ela vem com chantagem emocional de madrugada tb e tento não ceder , mais qdo não dá deixo ela dormir na minha cama e dps a levo pra sua ,é uma tortura pq ninguem dorme direito…ela fica com os brações abertos (* tipo Cristo Redentor?!) e eu sofro…
    Qdo não dá samba eu trago o colchão da cama dela p/ o meu quarto e ela dorme no dela!! Enfim..não tem jeito Danicota , difícil acertar sempre!
    bjãooo

  14. Paloma, a mãe

    Boa confissão, Dany. Todas nós erramos (muito) e é bom que isso seja dito.
    Quanto a dicas, eu só tenho uma: não ceda mais. Nas primeiras noites vai ser um inferno (mesmo, mas vc não pode se intimidar e desistir), vocês ficarão insones (melhor começar numa sexta, para ter o fim de semana para se readequar). Mas, quando ele perceber que vc está inflexível, vai acabar dormindo na cama dele.
    Beijos e boa sorte!

Leave a Reply

Favoritos da Dany
%d bloggers like this: